Dia das crianças Bapka 2018: a festa da infância em todas as idades

A festa do Dia das Crianças Bapka é uma tradição que nasceu há mais de 20 anos. Um evento que não tem divulgação, não tem manchete em jornal, é tradição e ponto. Simplesmente os portões são abertos no espaço da loja Bapka, próximo de Almirante Tamandaré. E as crianças já estão lá, esperando por uma tarde de diversão com muito sorvete de graça. Todo dia 12 de outubro é assim…

Lugar de criança feliz é na Sorvetes Bapka

No Dia das Crianças Bapka, tudo é diversão: até a fila para o sorvete. No evento de 2018, foram milhares de casquinhas distribuídas por voluntários. Na maioria, funcionários da empresa. A fábrica parou as atividades a pedido deles, para que todos pudessem participar. Motivo? Distribuir um pouco de felicidade. “A gente ouve as crianças na fila falando que não tem condições e que a única vez que comem sorvete é aqui” – conta a voluntária Helen Barbosa, esposa de funcionário.

Além de tomar sorvetes de graça, as crianças brincam sob a direção de animadores e palhaços. Ganham maquiagem imitando personagens de desenho animado e super-heróis. Pulam muito nos brinquedos infláveis montados especialmente para o Dia das Crianças Bapka.

Celulares quase não existem por lá. Pais e filhos interagem. E filhos que frequentam a festa há anos, agora são pais. Crianças e adultos se divertem, mostrando que a felicidade é simples como tomar um sorvete. É atemporal.

Dia das Crianças Bapka: a infância em todas as idades

Crianças com braços compridos, pernas longas, barba e cabelos brancos. Não é fantasia. É realidade no Dia das Crianças Bapka.

Os meninos e meninas que se divertem, pulam, dançam, tomam vários sorvetes e sorriem podem ser novos ou velhos. Ser filhos, pais ou avós.

Bianca Balland é um exemplo. Mãe de Sofia, de três anos, ela aproveita a festa ao lado do marido. Vem todo ano, desde que era menina. “No começo eu vinha com meus primos, a gente era tudo da mesma idade. E agora a gente traz filho né, sobrinho” – conta.

Os anos passam, e a alegria se mantém. Entre um sorvete e outro, a infância desperta. E isso acontece com todos os participantes – centenas de pessoas – em cada 12 de outubro. O Dia das Crianças Bapka é a prova de que a infância pode se manter viva em todas as idades.https://www.youtube.com/embed/OolOtSjljr8?feature=oembed

Curioso para ver como foi a festa? Veja este vídeo inspirador e sinta-se criança novamente! Nossa gratidão a todos os que colaboraram para a realização do Dia das Crianças Bapka 2018:

  • ● Regimento de Polícia Montada – Cavalaria
  • ● Polícia Militar Paraná – Batalhão de Almirante Tamandaré
  • ● Polícia Rodoviária Estadual
  • ● Polícia Ambiental – Força Verde
  •  ● Conny – Doação de 7.500 casquinhas.

Clientes CELÍACOS

A todos os clientes CELÍACOS

NOTA DE ESCLARECIMENTO GLÚTEN

A empresa Carol Indústria e Comércio de Sorvetes Ltda ME – que produz, comercializa e distribui gelados comestíveis com a tradicional marca BAPKA vem a público esclarecer questionamentos apresentados por consumidores e parceiros comerciais acerca de alterações nos dizeres de rotulagem no que se refere à advertência obrigatória da declaração da presença ou não de GLÚTEN na formulação do produto.

BASE LEGAL – ROTULAGEM DE ALIMENTOS:
Lei 8.543 (23/12/92) da presidência da República: determinava em seu artigo primeiro que “todos os alimentos industrializados que contenham glúten, como trigo, aveia, cevada, malte e centeio e; ou seus derivados, deverão conter, obrigatoriamente, advertência indicando essa composição”. No artigo segundo determinava ainda que tal advertência “deve ser impressa nos rótulos e embalagens com destaque, nítidos e de fácil leitura”.
Lei 10.674 (16/05/2003) da presidência da República: substituiu a lei 8.543 e em seu artigo primeiro tornou obrigatório declarar nos rótulos dos alimentos “as inscrições “contém Glúten” ou “não contém Glúten” conforme o caso.”

ANVISA – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária é o órgão oficial responsável por legislar sobre rotulagem de alimentos e através da Resolução RDC 26 (02/07/2015) “dispõe sobre os requisitos para rotulagem obrigatória dos principais alimentos que causam alergias alimentares”, dentre os quais, destaca-se como o primeiro da lista do anexo, “1. Trigo, centeio, cevada, aveia e suas estirpes hibridizadas.”

DOENÇA CELÍACA
É uma doença causada por intolerância ao GLÚTEN, que é uma proteína encontrada em trigo, centeio, cevada, aveia e suas estirpes hibridizadas e seus derivados, tais como: MASSAS, PIZZA, PÃES, BOLOS, BISCOITOS, CERVEJA, VODKA, WISKY e ALGUNS DOCES.
Em palavras simples, para os portadores desta doença a ingestão de algum alimento onde haja a presença de GLÚTEN provoca dificuldade do organismo em absorver os nutrientes dos alimentos, vitaminas, sais minerais e água.

A doença Celíaca pode ser dividida em três classes (Clássica, Não Clássica e Assintomática), sendo que os portadores da doença podem ter como sintomas (pelo consumo de Glúten) desde uma simples desnutrição, passando por diarreia crônica, dores abdominais, vômitos, podendo, para os casos mais graves causar esterilidade, abortos, desnutrição aguda ou até a morte.
Em respeito aos nossos parceiros comerciais e, sobretudo aqueles consumidores dos produtos BAPKA que apresentam leve intolerância ao GLÚTEN ou que sejam seriamente ALÉRGICOS AO GLÚTEN, temos a esclarecer:

• Na unidade industrial onde são fabricados os gelados comestíveis marca BAPKA, existe um conjunto de máquinas e equipamentos onde são fabricados todos os tipos de sorvetes e picolés, tanto aqueles a base de leite como os a base de água, inclusive alguns que levam biscoitos a base de trigo em suas formulações;

• Com o avanço científico de ingredientes, aditivos e coadjuvantes de tecnologia aplicados na fabricação de alguns produtos (gelados comestíveis), surgiram opções que apresentam, por exemplo, centeio em sua formulação, mas que o fabricante declara que “não contém Glúten” (a proteína Glúten é removida por processo tecnológico industrial apropriado).

• O processo tecnológico de remoção do Glúten não isenta o usuário do coadjuvante de tecnologia de declarar a presença do GLÚTEN em seus produtos, mesmo sabendo que a proteína não estará presente no sorvete;

• Mesmo considerando que as máquinas, equipamentos e utensílios passam por rígido sistema de higienização antes de serem utilizados para a produção de outro sabor, existe a possibilidade de restarem traços do sabor anterior aderido a alguma superfície. Assim sendo pode ocorrer aquilo que tecnicamente se define como contaminação cruzada – onde podem restar traços do componente alergênico (no caso o Glúten) que pode se incorporar ao produto da próxima produção;

• Desta forma, mesmo tendo consciência de que a possibilidade de contaminação cruzada no processamento é remota, visando preservar a segurança alimentar dos consumidores e a segurança civil da instituição BAPKA, resolvemos declarar em todos os produtos que utilizam equipamentos compartilhados a presença do GLÚTEN;

Cabe ressaltar que estamos trabalhando para criar unidades de processamento industrial onde não exista a possibilidade de contaminação cruzada, com máquinas, equipamentos e utensílios para uso exclusivo com produtos livres de alergênicos.

Dentro deste espírito – de desenvolvimento tecnológico com segurança e responsabilidade – aproveitamos a oportunidade para informar que desde o segundo trimestre do ano de 2018 já trabalhamos com uma unidade de processamento industrial isenta da presença de glúten – leite e derivados na formulação dos produtos lá fabricados. Nesta fábrica são produzidos nossos Sorbets – gelados comestíveis fabricados que tem como base polpa de frutas e água como veículo.

O Sorbets BAPKA foram pensados e desenvolvidos para atender aquele público que, por opção nutricional ou por apresentar algum tipo de intolerância ou alergia a algum dos componentes dos sorvetes tradicionais, procuravam por produtos específicos. Seguindo esta linha, nossas lojas e revendedores já têm a disposição dos apreciadores de um bom GELATO os seguintes produtos:

Sorbet BAPKA – sabor AÇAÍ + GUARANÁ
Sorbet BAPKA – sabor AÇAÍ + POLPA DE BANANA
Sorbet BAPKA – sabor AÇAÍ + POLPA DE MORANGO
Sorbet BAPKA – sabor CUPUAÇU
Ah! E todos eles
ZERO GLÚTEN
ZERO LACTOSE
ZERO GORDURA TRANS

Marcos Cesar Chmiluk
Eng. Químico
CREA: PR25981/D

Chegou o sorbet de cupuaçu Bapka: sem leite, sem lactose e em novas lojas para você aproveitar!

São duas boas notícias em uma. O sorbet de cupuaçu Bapka já está à venda nos bufês da marca. E agora os curitibanos tem novas lojas disponíveis para consumir o produto, como veremos neste post.

O que é sorbet?

“O sorbet é um sorvete leve e saboroso feito sem leite e à base de água e da polpa da fruta” – explica o engenheiro químico Marcos Chimiluk, que trabalhou no desenvolvimento do sorbet de cupuaçu da Bapka.

De acordo com o Trésor de la Langue Française, a palavra sorbet surgiu no século XVI. Criado na Turquia, nessa época o sorbet não era muito diferente de um suco de fruta congelado.

Com o passar do tempo, essa guloseima invadiu a Itália e foi aperfeiçoada na França, onde se tornou o tipo de sorvete que conhecemos hoje.

E agora o sorbet ficou mais exótico com o toque brasileiro do cupuaçu.

Por que sorbet de cupuaçu?

Típico da Amazônia e muito presente no norte e no nordeste do Brasil, o fruto do cupuaçuzeiro (Theobroma grandiflorum, família Malvaceae) tem um sabor riquíssimo que conquistou fãs em todo o território nacional.

Na culinária, já tem fã clube inclusive no Sul. Por aqui, é bastante utilizado em sucos, sobremesas e até na produção de chocolates.

Afinal, quem não gosta de uma cremosa mousse de cupuaçu? Nunca provou? Corre para a Bapka e não perca a chance de degustar esse sabor deliciosamente brasileiro!

Sem leite. Sem lactose.

Para a fabricação do sorbet de cupuaçu Bapka, o fruto é trazido da Bahia. É em Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba, que a polpa do cupuaçu baiano vira sorbet paranaense.

Além do sabor único, o sorbet de cupuaçu Bapka tem a vantagem de não conter lactose. Isso significa que pode ser consumido sem medo por pessoas com algum grau de intolerância ou alergia ao açúcar do leite.

Por outro lado, o sorbet de cupuaçu Bapka favorece também os celíacos.

“Não há nenhuma fonte de glúten nesse produto. Inclusive, o sorbet é feito nessa instalação em Fazenda Rio Grande porque aqui a gente não manipula nada que tenha lactose ou glúten. Dessa forma, não é possível ocorrer qualquer tipo de contaminação cruzada” – explica Chimiluk.

Sorbet seguro, sem contaminação cruzada

A contaminação cruzada ocorre na lavoura, transporte ou indústrias que manipulam alimentos sem glúten nas mesmas máquinas onde passam produtos com glúten.

Um caso muito comum é o da aveia. Naturalmente, esse cereal não contém glúten. Mas como costuma ser processado e embalado nas mesmas máquinas por onde passam farinha de trigo e outros cereais ricos em gúten, acaba sendo contaminado e pode ser perigoso para pessoas celíacas.

Por isso a linha de sorbet da Bapka é fabricada em uma planta industrial própria. Isso torna o produto totalmente livre de contaminação cruzada e seguro para alérgicos ou intolerantes a glúten e lactose.

Atualmente, além do novo sorbet de cupuaçu, a Bapka também comercializa os sorbets de açaí com guaraná, açaí com banana e açaí com morango. Eles também são fabricados na indústria de Fazenda Rio Grande e, igualmente, não contêm glúten nem lactose.

Comercialização do novo sorbet de cupuaçu Bapka

Você encontra o sorbet de cupuaçu em sorveterias de varejo e no bufê das lojas padrão Bapka. Além de consumi-lo nesses locais, você também pode levar para casa embalagens de 5 litros.

Nas lojas padrão, a política de preços é padronizada e as promoções realizadas pela Bapka são garantidas. Isso tem atraído cada vez mais consumidores para as sorveterias exclusivas da marca. “A procura pela loja padrão é muito grande. Como se trata de padronização, o consumidor já sabe onde tem os produtos da marca no preço promocional” – explica Valdir Luiz do Carmo, gerente comercial da Bapka há 19 anos.

Novas lojas para consumir sorbets e sorvetes Bapka

Duas lojas padrão Bapka foram inauguradas em fevereiro de 2019. Ambas em bairros considerados nobres de Curitiba: o Cristo Rei e o Juvevê.

A localização das novas lojas mostra que a marca, apesar de ter uma política de preços acessíveis, tem qualidade reconhecida em todas as classes sociais.

“A receptividade está sendo muito boa. O respeito com o nosso produto é cada vez maior nas classes A, B, C e D” ­­ – diz do Carmo.

Nova loja Bapka Cristo Rei

Inaugurada no dia 22 de fevereiro, a loja Bapka do Cristo Rei fica na Avenida Nossa Senhora da Penha, 161. Está próxima ao Extra 24 horas. Além do tradicional bufê de sorvetes Bapka, oferece picolés, potes, milk-shakes, o novo sorbet de cupuaçu Bapka e também os de açaí, além de petit gateau.

A sorveteria abre diariamente, das 10 às 18 horas. “Foi feito um estudo de movimento e é um bom ponto de circulação” – disse Alexandre do Carmo, proprietário da sorveteria.

Sorveteria Bapka do Juvevê

Toda a linha de sorvetes Bapka está à disposição dos curitibanos na nova loja da Rua Doutor Goulin, 1259. A sorveteria fica quase na esquina com a Padre Germano Mayer, um ponto de grande movimentação na zona norte de Curitiba.

A Bapka do Juvevê foi inaugurada em 21 de fevereiro. E o movimento superou as expectativas. “Escolhemos esse ponto porque era um dos locais em que a Bapka ainda não tinha loja. A expectativa é a melhor possível e o movimento no dia de inauguração foi muito bom, apesar da chuva” – diz Luiz Felipe Ferreira, proprietário da sorveteria.

A loja Bapka do Juvevê funciona diariamente, das 10 às 19 horas.

É mais um local privilegiado para tomar o novo sorbet de cupuaçu Bapka.

Páscoa com sorvete Bapka é muito melhor!

Páscoa é tempo de renovar, de reconectar com Deus e com as pessoas, de viver doces e bons momentos com a família e amigos. Ou seja: de colocar em prática aquelas receitinhas que adoçam a alma… E por isso, Páscoa com sorvete Bapka é muito melhor!

Quer saber como? Então vamos mostrar como o sorvete pode deixar os principais símbolos da Páscoa ainda mais incríveis. Vamos ensinar nesse post duas receitas das iguarias que melhor simbolizam a Páscoa hoje em dia. Trata-se da Colomba Pascal e do tão amado Ovo de Páscoa de chocolate. Só que incrementados com o sorvete Bapka. Vamos lá?

Colomba Pascal: com sorvete é sensacional!

A Colomba Pascal está para a Páscoa como o Panetone está para o Natal. Esse tipo de bolo amanteigado é feito normalmente com laranjas ou outras frutas cristalizadas e decorado com sementes como avelãs ou glacê. Ele remete ao pão que sempre foi símbolo de vida. Símbolo de bênção e da transformação do trigo em alimento.

A Colomba tem o formato de uma pomba, representando o Espírito Santo e a paz. É compartilhada no café da manhã de Páscoa, ou como sobremesa no final da refeição principal desta celebração.

Como preparar a Colomba Pascal com sorvete?

Para que a refeição de Páscoa seja inesquecível, uma sugestão que combina muito com o paladar do brasileiro é rechear a Colomba com sorvete. A receita é muito simples e deliciosa.

Ingredientes:

  • 1 Colomba Pascal
    ● 400 g de sorvete (do sabor que você preferir, como napolitano ou creme)
    ● 400 g de chocolate meio amargo
    ● 50 g de açúcar de confeiteiro

Modo de preparo:

Tudo que você precisa fazer é cortar a tampa da sua Colomba Pascal, com cuidado, para preservá-la e manter o formato de pomba.

Em seguida, retire o miolo do pão doce. No momento de servir, recheie a Colomba com o sorvete Bapka. Coloque a tampa novamente e polvilhe-a com açúcar bem fino.

Derreta o chocolate no micro-ondas ou em uma panela em banho-maria e derrame por cima do bolo, deixando escorrer pelas laterais. Decore com avelãs ou como quiser e sirva a sua Colomba Pascal em seguida.

Pronto! O que já era bom, agora está sensacional. Vai dizer que sorvete na Páscoa não é uma ótima pedida?

Ovo de Páscoa com sorvete? Carinho feito em casa!

Não há como negar: adultos e crianças esperam pela Páscoa todos os anos para ganhar ovos de chocolate. O ovo é um símbolo de renascimento e de transformação associado à celebração. Se desfrutar de um ovo de chocolate nesse contexto já é bom, imagine combinando Páscoa com sorvete? Pois é o que vamos fazer agora!

Como preparar o ovo de Páscoa com sorvete

Vamos fazer nosso próprio ovo de chocolate e recheá-lo com sorvete Bapka. Você vai precisar das forminhas para fazer as casquinhas dos ovos de chocolate. Formas para ovos de 100 gramas combinam bem com essa receita.

Ingredientes:

  • 500 g de chocolate ao leite
  • 1 pote de sorvete Bapka (de creme ou do sabor que preferir).
  • 300 g de pão de ló.

Modo de preparo:

Primeiro, derreta o chocolate em banho-maria. Faça uma casquinha forrando a forma de ovo com uma fina camada de chocolate. Leve ao freezer até congelar. Repita a operação duas vezes, a fim de deixar a “casca” do ovo mais forte.

Quando estiverem prontas, retire as casquinhas das formas e recheie com o sorvete.

Coloque por cima do sorvete uma fatia de pão de ló. Cubra tudo com chocolate derretido e leve ao freezer. Desenforme, embale e mantenha o ovo no freezer até servir.

Note que o ovo é montado por metades. Duas metades podem ser coladas com chocolate para formar um ovo inteiro. Mas você também pode servir as metades dos ovos em pratos, para que as pessoas possam comer o sorvete com uma colher.

Variação da receita sem pão de ló

Uma boa dica é deixar as casquinhas de chocolate prontas. No momento de servir, colocar cada metade em um prato. Em seguida, rechear as casquinhas com algumas bolas de sorvete e cobrir com caldas, nozes picadas, geleias e frutas vermelhas, marshmallow, chantilly e outras invenções ao gosto do freguês!

Páscoa com sorvete sem lactose? Sem glúten? Sem colesterol?

Sim, temos! E essa é outra boa dica de sobremesa para quem quer Páscoa com sorvete! A Bapka tem opções para as pessoas que não podem consumir lactose, glúten ou estão em dieta para reduzir o colesterol.

  1. Os sorbets de açaí (sabores guaraná, banana ou morango) e de cupuaçu da Bapka não possuem leite. E nem traços de glúten. Podem ser consumidos, portanto, pelos celíacos e por intolerantes a lactose. Também são livres de colesterol porque não possuem leite ou gorduras trans em sua formulação. Conheça mais sobre as diferenças entre sorbet e sorvete Bapka nesse link. Os sorbets de açaí com guaraná, banana ou morango podem ser encontrados nos bufês das sorveterias e Lojas Bapka. É vendido em potes de 250 g ou 1 litro. Também em caixas de 5 ou 10 litros. Já o sorbet de cupuaçu está nos bufês ou em caixas de 5 litros e 10 litros.
  2. A Bapka possui também a linha Zero, em potes de 250 ml, nos sabores morango e chocolate.
  3. Para quem não tem restrições alimentares como as que citamos, há 20 opções de sabores de sorvete para levar para casa na Páscoa em potes de 2 litros. Os potes podem ser encontrados nas sorveterias, no comércio em geral e nas Lojas Padrão Bapka, que seguem o preço de fábrica.

Crie suas receitas e tenha uma Páscoa incrível com muita paz, momentos de alegria ao redor da mesa e… claro, sorvetes Bapka!

O que é sorbet? Você sabe a diferença entre sorbet e sorvete?

Se você ainda não sabe muito bem o que é sorbet ou quais são as diferenças entre essa delícia e o sorvete tradicional, a gente explica agora!

sorbet de cupuaçu: caixa cupuaçu Bapka

Para começar, o sabor do sorbet é tão incrível quanto o do sorvete.

É gelado como o sorvete…

Derrete na boca como o sorvete…

Tem fruta e é nutritivo como o sorvete…

É refrescante e perfeito para o Brasil, como o sorvete…

Mas não é sorvete!

O que é o sorbet, então? Vamos explicar…

Sorbet é sorvete feito sem leite!

Essa, sem dúvida, é uma das principais vantagens do sorbet. Esse gelado é feito com polpa de frutas. Mas não é à base de leite, e sim de água.

Isso significa que pode ser consumido por pessoas com intolerância à lactose ou alergia ao leite.

o que é sorbet: pote de sorbet

A intolerância à lactose

Hoje, sabe-se que a maior parte dos seres humanos adultos não consegue digerir corretamente a lactose – o açúcar do leite.

A dificuldade para digerir a lactose se deve, normalmente, à insuficiência de lactase.

Trata-se de uma enzima produzida no intestino delgado que “quebra” as moléculas de lactose.

Quando o corpo não fabrica suficiente lactase, a lactose do leite e  derivados chega ao intestino sem sofrer alteração: sem uma digestão prévia.

No intestino, a lactose se acumula e é fermentada por bactérias que produzem ácido lático e gases.

Sintomas

Essa fermentação causa retenção de líquidos no corpo e, além de inchaço, surgem diarreias e cólicas.

A distensão abdominal gerada pelo acúmulo de gases e líquido pode gerar grande desconforto físico e social.

Dores de cabeça e náuseas também são sintomas frequentes, assim como assaduras e dores anais.

Crianças e doentes crônicos podem ter perda de peso, deficiências nutricionais e interrupção no crescimento.

Os sintomas costumam surgir alguns minutos ou mesmo horas após a ingestão de leite, derivados ou produtos com lactose.

Um mal que afeta 70% dos brasileiros!

A qualidade de vida da pessoa que sofre de intolerância fica bastante comprometida, pois o mal-estar gástrico pode interferir diretamente nas relações sociais e em atividades do dia a dia.

Pesquisas recentes mostram que 70% dos brasileiros sofrem de algum grau de intolerância à lactose.

E aqui está a importância de divulgamos informações sobre o que é sorbet.  O sorbet tem ganhado enorme projeção, tornando-se uma alternativa deliciosa e saudável para os brasileiros que não podem consumir leite e derivados.

Tipos de intolerância

Existem, basicamente, três tipos de intolerância à lactose.

  1. Intolerância congênita: a pessoa tem um problema genético e seu organismo não consegue produzir a enzima lactase.
  2. Intolerância progressiva: é natural para os seres humanos. A partir da adolescência, temos cada vez menos capacidade de digerir o açúcar do leite.
  3. Intolerância derivada de outras causas: ocorre quando a dificuldade para digerir o leite é gerada por problemas como síndrome do instestino irritável (SII), doença de Chron, doença celíaca ou alergias. Esse tipo de intolerância pode ser passageira e desaparecer se a causa do problema for eliminada.

Em todos os casos, o consumo de leite precisa ser suspenso para que os sintomas desapareçam.

o que é sorbet: taça de sorbet

Intolerância x alergia

É comum as pessoas confundirem a intolerância à lactose com a alergia ao leite.

A intolerância à lactose, como explicamos, se deve à incapacidade de digerir o açúcar do leite.

Já a alergia ao leite é uma reação do corpo contra as proteínas desse alimento.

Esse tipo de reação imunológica pode gerar sérias alterações no intestino, afetar a pele e o sistema respiratório.

Algumas reações pode ser graves e ocorrer mesmo com o consumo de doses muito pequenas de leite.

As reações alérgicas ao leite podem incluir:

  • problemas gástricos: vômitos, cólicas, diarreia, dor abdominal, prisão de ventre, presença de sangue nas fezes, refluxo
  • reações cutâneas: urticária, dermatite atópica de moderada a grave
  • problemas respiratórios: asma, chiado no peito e rinite
  • reação anafilática, baixo ganho de peso e crescimento.

Os sintomas podem ocorrer em minutos, horas ou dias após a ingestão de leite de vaca ou derivados.

O que é sorbet e como é produzido sem leite?

A palavra sorbet surgiu no século XVI, de acordo com o Trésor de la Langue Française.

O sorbet  foi criado na Turquia e, naquela época,  não era muito diferente de um suco de fruta congelado.

Mais tarde, o sorbet invadiu a Itália e foi aperfeiçoado na França, onde se tornou o sorvete de fruta sem leite que conhecemos atualmente.

Hoje, podemos definir o sorbet como um sorvete leve e saboroso feito sem leite. É produzido à base de água e da polpa de frutas. Portanto, é um alimento saudável e nutritivo. Além de delicioso!

o que é sorbet: baner açaí Bapka

Sorbet Bapka

Na Sorvetes Bapka, a linha de sorbet é produzida em uma planta industrial à parte, no município de Fazenda Rio Grande.

A produção é separada dos demais produtos da marca para evitar a chamada “contaminação cruzada” por leite ou glúten.

Ou seja, as máquinas que fazem produtos sem leite e sem glúten não podem ser utilizadas para nenhum outro alimento.

Desta forma, o sorbet da Bapka é livre de contaminação cruzada por lactose, leite ou glúten.

Por isso, pode ser consumido por celíacos, intolerantes à lactose e por pessoas com alergia ao leite.

“O sorbet é feito nessa instalação em Fazenda Rio Grande porque aqui a gente não manipula nada que tenha lactose ou glúten. Dessa forma, não é possível ocorrer qualquer tipo de contaminação cruzada” – explica o engenheiro químico Marcos Chimiluk, que trabalhou no desenvolvimento do sorbet de cupuaçu e no sorbet de açaí da Bapka.

o que é sorbet: açaí Bapka

Sorbet de açaí Bapka

A Bapka comercializa os sorbets de açaí com guaraná, açaí com banana e açaí com morango. Conheça a linha aqui.

O açaí da Bapka também pode ser comprado em caixas de 10 l.

É delícia para levar para casa e ter sorbet sempre!

o que é sorbet: sorbet de cupuaçu Bapka

Sorbet de cupuaçu: alegria em potinhos!

Além dos vários sabores do açaí, outra delícia sem leite da Bapka é o sorbet de cupuaçu. Esse fruto típico da Amazônia é febre nacional!

Você encontra o sorbet de cupuaçu Bapka em sorveterias de varejo e no bufê das lojas padrão Bapka.

Além de consumi-lo nesses locais, você também pode levar para casa embalagens de 5 litros.

E uma novidade que chegou em maio de 2019 é o potinho de cupuaçu 250 ml. É só abrir e curtir na hora essa delícia tipicamente brasileira! E então você vai saber o que é sorbet de verdade!

Sem leite, sem glúten, e cheio de sabor!

Sorbet Bapka é sorvete sem leite, saudável e delicioso. O único problema dele, já avisamos, é que é tão bom que você não vai querer parar!

Agora você já sabe…se alguém perguntar o que é sorbet, é só dizer: “passa lá na Bapka”. Tem coisas na vida que não adianta explicar…tem que experimentar!

Lojas padrão Bapka: de família para família.

Em dias de folga do trabalho, Keyla Nunes e seu marido Fernando levavam os filhos Letícia e Luiz para passear na loja de sorvetes Bapka da irmã, no bairro Fazendinha, em Curitiba.

Enquanto conversavam, observavam os filhos se divertindo no espaço dedicado às crianças. “Eu gosto da Sorvetes Bapka porque ela decidiu colocar, no formato das lojas, brinquedos. Então, meus filhos iam lá e brincavam muito e tomavam sorvetes. Minha filha, a mais novinha, gostava muito do sorvete de tutti-frutti” – diz Keyla.

O casal é empresário no ramo de brinquedos e roupas para crianças. Nos últimos anos, o setor infantil teve uma queda considerável em vendas, mesmo na internet. “Como o ramo de brinquedos tem dado uma caída, vendo o fluxo que o meu cunhado tinha na loja de sorvetes e observando as tendências do mercado — que as pessoas têm cada vez menos tempo e aproveitam essas lojas para sair com os filhos, que se divertem nos Espaços Kids — a gente decidiu montar uma loja da Bapka também”, afirma Keyla.

Para os novos lojistas Bapka, além da qualidade do produto, da expressão que a marca tem no mercado local e dos preços competitivos, um dos pontos decisivos para abrir a loja foi o atendimento.

“Quando a gente conheceu o pessoal da Bapka, achamos todos muito bacanas e de fácil tratativa. Foi aí que tomamos a decisão final de montar a loja”, afirma Fernando.

Alegria Bapka em Campina Grande do Sul

Keyla e Fernando abriram sua loja Bapka em Campina Grande do Sul. Fica na rua Lucídio Florêncio Ribeiro, 375, em frente à Lauane Móveis, no Jardim Graciosa.

Além de picolés de fruta, de leite, potes de sorvete, o delicioso açaí e buffet de sorvetes, a loja tem Espaço Kids para a criançada.

Os donos decidiram abrir a loja por acreditarem, e muito, na combinação sorvete Bapka + Espaço Kids, que a meninada adora!

O horário de funcionamento da loja é de segunda a domingo, das 10h30 às 19h00.

Bapka, da nossa vovó para a sua família!

Talvez você já saiba que bapka é uma palavra polonesa que significa “vovó”, um jeito carinhoso de chamar as avós.

Feitos com carinho de vó, os sorvetes Bapka levam alegria a muitas famílias. Crianças e adultos vivem ótimos momentos nas lojas da marca! E com Keyla e Fernando não é diferente.

Hoje Letícia, a filha mais nova do casal, não precisa mais ir à loja dos tios no Fazendinha.

Ela já pode se divertir na sorveteria dos pais em Campina Grande do Sul. Brincar muito nos brinquedos do Espaço Kids e, claro, tomar um sorvetinho, sob a observância dos pais.

É quase como ter a bapka sempre ali, pertinho de casa.

Porque a Bapka é assim: carinho da vovó, de família para família